Fisiologia e Biofísica

FISIOLOGIA

CELULAR E GERAL

Leonardo di ser Piero da Vinci

Introdução ao estudo da fisiologia mostrando os principais aspectos que regem o funcionamento global e integrado do organismo humano. Estudo dos conceitos básicos na área como meio interno e homeostasia. Entendimento da existência de componentes regulatórios – sistemas nervoso central e endócrino. Aspéctos fisiológicos básicos de todos os sistemas do organismo. 

Introdução à Fisiologia 
Conceitos básicos de meio interno e homeostase.

Membranas celulares e tipos de transporte 
Transporte através da membrana:
– Transporte Passivo: Osmose e Difusão
-Transportes Ativos Primário e secundário.

Bioeletrogênese:  
Potenciais de membrana
– Potencial de Repouso;
– Potencial de ação;
– Potencial eletroquímico dos íons;
– Potencial em platô.

Introdução ao sistema nervoso 
Fisiologia da Sinapse:
-Fisiologia de um neurônio e da glia
– sinapse elétrica: junções comunicantes;
– sinapse química: neurotransmissores, regulação; PEPS; PIPS.

Contração muscular 
Fisiologia do músculo:
– Filamentos protéicos;
– Participação do cálcio na contração;
– Contração muscular esquelética:
– Contração muscular lisa;
– Contração muscular cardíaca.

Sistema nervoso 
Fisiologia do sistema nervoso:
Estrutura do sistema nervoso: central e periférico
Sistema neurovegetativo: simpático e parassimpático.

Fisiologia endócrina 
Fisiologia do Sistema Endócrino:
a) Introdução: mecanismo de ação hormonal; regulação por “feedback; o que é a comunicação endócrina;
b) Hipotálamo e Hipófise;
c) Tireóide;
d) Paratireóide e Metabolismo do Cálcio e fosfato;
e) Glândula adrenal;
f) Pâncreas endócrino;

Fisilogia do Sistema Circulatório 
O coração como bomba.
Sistemas de condução do coração.
Debito cardíaco
Ciclo cardíaco.
Vasos sangúineos
Regulação da pressão arterial.

Sistema REspiratório 
Anatomia e fisiologia do sistema respiratório.
Mecância respiratória.
Trocas de gases.
Regulação da respiração.

Sistema Renal 
Introdução ao sistem renal
filtração renal,
reabsorção renal
excreção renal.

Fisiologia do sistema digestório 
Anatomia do sistema e fisiologia dos órgãos que o constituem.
Digestão, absorção e excreção de carboidratos, lipídeos e proteínas.

 

A Fisiologia é um ramo da Biologia, que tenta explicar os fatores físicos e químicos responsáveis pela origem, desenvolvimento e progressão da vida (estuda o funcionamento do organismo). Cada tipo de vida, desde o mais simples até o mais complexo, possui características funcionais próprias. Portanto a Fisiologia pode ser dividida em:

Fisiologia Viral;

Fisiologia Bacteriana;

Fisiologia Celular;

Fisiologia Vegetal;

Fisiologia Humana e muitas  outras áreas.

As Células

A célula é a unidade viva fundamental do corpo e cada órgão é um agregado de muitas células diferentes. Cada tipo de célula é adaptada para uma função específica, mas apresentam características básicas idênticas.

Em todas as células o oxigênio reage com carboidratos, proteínas e  gorduras, liberando a energia necessária para o funcionamento celular. Todas as células eliminam os produtos finais de suas reações químicas para o líquido onde  ficam imersas. Todas as células são capazes de se reproduzir, então, quando células por algum motivo são destruídas, as células do mesmo tipo realizam regeneração até que seja restabelecido o número adequado.

Líquidos Extracelular e Intracelular

(LIC e LEC)

Cerca de 56% do corpo humano é formado por líquido e a maior parte desse líquido está localizado no interior das células, chamado de Líquido Intracelular (LIC). Um terço, está localizado fora das células, chamado de Líquido Extracelular (LEC).

O Líquido Extracelular movimenta-se por todo o corpo, transportado rapidamente pelo sangue onde é misturado com este e líquidos teciduais por Difusão através das paredes dos capilares.

Difusão: disseminação de uma substância no organismo.

Ref.: Dicionário Ilustrado de Saúde.

O meio Interno do corpo

Claude Bernard, fisiologista francês do século XIX, criou a expressão milieu intérieur, o meio interno do corpo para denominar o líquido extracelular, ambiente onde todas as células permanecem. Este ambiente, se mantido as concentrações adequadas de íons, oxigênio, glicose,aminoácidos, substâncias gordurosas e outras substâncias permitem que as células vivam e desempenhem suas funções específicas.

No Líquido Extracelular encontramos grande quantidade de

íons: sódio, cloreto e bicarbonato

nutrientes: oxigênio, glicose, aminoácidos e ácidos graxos. Também contêm Dióxido de Carbono, que está sendo transportado pelo sangue para ser excretado pelos pulmões e também outras substâncias que estão sendo igualmente transportadas pelo sangue para os rins para serem excretadas.

No Líquido Intracelular encontramos grandes quantidades de

íons: potássio, magnésio e fosfato.

Esta diferença é mantida por mecanismos de transporte de íons através das membranas.

Homeostasia

É a manutenção das condições constantes do meio interno. Em geral, todos os órgão contribuem para essa manutenção.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: